O cânhamo sempre foi cultivado ao ar livre. Este modo de cultivo é o mais antigo e natural de todos. As plantas CBD absorvem a luz do sol que é muito mais forte e brilhante do que qualquer lâmpada e são arejadas devido à presença do vento. As plantas possuem nutrientes naturais fornecidos pelo solo e a rega é feita pela água da chuva. As plantas podem, portanto, crescer como quiserem, sem ter que fazer muito.

O cultivo ao ar livre também é mais ecológico do que o cultivo interno, que requer muita eletricidade e água para este último, enquanto a mãe natureza fornece ao cultivo ao ar livre tudo o que a planta precisa.

11 resultados mostrados

Por que cultivar flores CBD ao ar livre

Ao crescer ao ar livre, o rendimento é muito maior do que para outros tipos de culturas, mas o tempo de crescimento é maior, com uma colheita por ano. Essa cultura acaba sendo a menos cara, pois requer menos mão de obra, menos material (estufas, lâmpadas, controladores atmosféricos, etc.), menos nutrientes trazidos pelo Homem. Portanto, é mais barato comprar tanto para o distribuidor quanto para o consumidor.

Quais são as desvantagens de cultivar flores CBD ao ar livre?

No entanto, ainda existem algumas desvantagens em praticar esse modo de cultura. Riscos relacionados ao clima que não são controláveis, como tempestades, chuvas fortes ou secas. A qualidade das flores CBD produzidas ao ar livre é de qualidade média. As folhas permanecem presentes nos botões, mas as flores têm aromas mais pronunciados, os sabores são crus, um sabor do terroir. Este tipo de cultura é muito adequado para o cânhamo industrial.